2CV

Manual 2CV 6 para download

O 2CV remonta a 1935, altura em que a Citroën passou para o controle da Michelin e foi reformulada. É lançado o projecto de uma pequena viatura, económica, de grande difusão e fiável. O caderno de encargos que se estabeleceu é bastante simples: deveria transportar 2 pessoas e 50 kg de bagagens, atingir os 60 km/h, consumindo o mínimo de gasolina, passar por bons e maus caminhos, ser confortável… Tudo por um preço inferior a um terço do da Traction Avant (a velhinha Arrastadeira). Em 1936 nasce o 1º protótipo. Para que fosse o mais leve possível foi construído em duralinox e magnésio. As suspensões são um sistema de barras de torção. O primeiro motor ensaiado foi o de uma moto BMW. Foi rapidamente abandonado pois não se adaptava a esse uso. A equipa prepara um bicilindro de 375 cm3, arrefecido a água.

TPV

Em Maio de 1938 foi fabricado o 1º T.P.V. (Trés Petit Voiture). A comercialização da viatura estava próxima, mas também o estava a 2ª Guerra mundial! O projecto teve que ser anulado após a invasão da França… Os 250 carros de pré-serie foram todos destruídos, com excepção para um que foi desmontado e escondido em peças… Mas, ao contrário do que se possa pensar tal não foi negativo, pois, tal como existia em 1939, a viatura não era viável, por ser demasiado cara, e nunca se teria chegado ao 2CV!!!…
A sua construção começou do zero na clandestinidade. Em 1941 o motor é repensado. O bicilindro de 375 cm3 passa a ser arrefecido a ar e acoplado a uma caixa de 4 velocidades, com uma quarta sub-multiplicada.

2cv 325cc

A suspensão também é inteiramente revista. As barras de torção são substituídas por um genial sistema de molas longitudinais, ligadas aos braços da suspensão por tirantes; o amortecimento faz-se por amortecedores de fricção.

Com um aperfeiçoamento longo e difícil, esta suspensão viria a dar o conforto e a estabilidade lendários!
Por fim, depois de 12 anos de estudos, o que é excepcionalmente longo, no dia 7 de Outubro de 1948, é desvendado ao mundo e baptizado de 2CV! Alguns falam do “pesado erro da Citroën”, mas o grande público ficou maravilhado e pronto a adquirir em massa esse 2CV cuja comercialização só se inicia no ano seguinte. O fabrico em série do 2CV começou em Julho de 1949 e logo nesse ano foram entregues 876 veículos! As encomendas chovem. A Citroën não tem capacidade, nem de longe, para as satisfazer! As listas de espera sobem, imagine-se a… 6 anos!!! O sucesso é total!!!

De uns anos para os outros as cadências de produção aumentam, o 2CV evolui, a gama diversifica-se! Ao mesmo tempo civilizou-se: a porta da mala, assentos separados, cores mais alegres! Desde 1948 a potência multiplicou 3 vezes, a velocidade 2 e o preço… 23!!! Mesmo assim em 1989 o 2CV ainda era a viatura francesa mais barata do mercado!!!
Em 1951 nasce a 1ª versão derivada do 2CV: a 2CV AU – a carrinha. Em 1958 surge o espantoso Sahara de 2 motores e 4 rodas motrizes.

2cv Sahara

As travessias de continentes, de desertos, as longas viagens, voltas ao mundo… Nada! Nada o pode deter!!! Muitos acharam-no o carro ideal para a aventura. E é-O! Outros, acharam o 2CV o veículo ideal para enfrentar o cronómetro das grandes provas desportivas. Não hesitaram em defrontá-las ao volante do 2CV… Alinhou mesmo nos ralis de Monte Carlo, Paris-Dakar, Tunísia, Argélia, Líbia ou Espanha onde ficou colocado entre os 1ºs lugares!

A não esquecer o 2CV POP CROSS onde durante anos centenas e centenas de equipas se defrontam em pistas de terra, lama e pó. Em tempos realizados em Portugal, Espanha e noutros países, já só é disputado em França…

2cv Popcross
Nenhum automóvel terá suscitado na sua história tanto entusiasmo como o 2CV. Os inúmeros clubes por todo o mundo testemunham o amor por esse carro sem idade, fora de modas, incomparável, insubstituível e imortal! Foi em Junho de 1990 que saiu da fábrica de Mangualde, em Portugal, o último 2CV…

Cabe agora aos clubes, defender a sua imagem para que ela continue e perdure nos decénios vindouros, continuando o 2CV a percorrer os 4 cantos do mundo!…

2CV!… SEMPRE!!!

Foto em Braga 5.07.2014

  •  A Família 2cv

Desde a sua concepção, o Citroën 2cv foi sofrendo pequenas alterações, sem, contudo, perder a sua silhueta característica. Deste ilustre automóvel surgiram ainda algumas derivações, sendo de destacar:

Dyane

Dyane

Mehari

Mehari

«»

página: 1 2 3 tudo